top of page

O ódio a paternidade!

Na sociedade de hoje é impressionante como cresce a cada dia um ódio a paternidade, de maneira que em pouco tempo, do jeito que as coisas andam, será um crime ser pai e ter uma família tradicional, por isso homens, fiquem firmes diante de um cenário tenebroso! Se coloca hoje que o patriarcado é culpado de várias mazelas de nosso mundo, passando pela diferença salarial entre homens e mulheres, alcoolismo entre as mulheres e até mesmo chegando as dietas de suco detox. Criando não só um ódio a figura do pai propriamente dito, mas também a tudo que remete a um: tradição, conservadorismo, religião, incluindo até mesmo os sacerdotes. É impressionante como o sistema criado para a destruição da figura do pai, e não só, mas também a destruição da família, levou o homem que era, pouco tempo atrás, sinônimo de protetor contra os inimigos agressivos e indesejados, de provedor, enfim, daquele que dava a vida pelos seus, para uma figura de canalhas, incompetentes, desastrados, que estão aqui para competir com as mulheres e tomar seus lugares, não para conviverem e acrescentar um ao outro. Assim cada vez mais possuímos lares destruídos por causa da figura ausente do pai, que deveria dar a direção aquela família, cuidar e proteger a mesma. Pessoas que são afastadas dom convívio do pai, são cada vez mais instigadas a também lutar contra essa figura. São instigados a cuspirem e guerrear contra os homens, os mesmos que construíram com o sangue a sociedade em que vivemos; e não só, esses mesmo que cospem pouco depois cometem suicídio, seja social, espiritual, e até mesmo pessoal exatamente por eliminarem as estruturas onde esses mesmos se firmavam, eliminam o chão onde pisam! Alguns podem odiar a figura paterna, mas não se pode fugir dela! Precisamos trazer novamente a importância da figura paterna para nossos meios, vendo a necessidade não só física, mas também espiritual que nossas famílias têm de ter um vínculo paterno, um vínculo que traga para os filhos e as mulheres, estabilidade e segurança em um mundo complicado de se viver.

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Post: Blog2_Post
bottom of page